Cirurgia plástica em adolescentes. Deixar ou não?

EM: 19 de abril de 2017

Cirurgia plástica em adolescentes

É difícil encontrar um adolescente que esteja totalmente satisfeito com seu corpo. Por isso, se sua filha (ou filho) sofre demais com algo específico em sua aparência pode ser que você se sinta perdido, sem saber o que fazer. Diversas pesquisas mostram o aumento da procura de jovens por uma cirurgia plástica. Mas como saber se é a melhor opção?

 

Alguns procedimentos podem sim ser realizados em crianças, como é o caso da conhecida “orelha de abano”, que pode ser feita a partir dos 7 anos de idade. Entretanto, fique atento, a maioria das intervenções cirúrgicas só podem ser realizadas após os 17 anos.

 

MATURIDADE FÍSICA E PSICOLÓGICA

É muito importante que a menina, principalmente, espere seu corpo se desenvolver antes de buscar uma mudança. Temos que esperar ela se tornar adulta e psicologicamente mais madura.

 

Toda mãe de adolescente sabe que uma das maiores características dessa fase é o imediatismo. Eles querem tudo para ontem! Por isso, é importante consultar um médico, sempre acompanhado dos pais, para realizar uma avaliação.

 

INDICAÇÕES

Cada caso é um caso. Tudo depende da área do corpo a ser operada, da idade e maturidade do adolescente.

 

Confira as idades de algumas das plásticas mais procuradas:

 

Orelha de abano – a partir dos 7 anos

Nariz – a partir dos 17 anos

Prótese de silicone – a partir dos 17 anos

Redução de mama – a partir dos 16 anos

Lipoaspiração – a partir dos 17 anos

Abdominoplastia – não deve ser realizada antes de a mulher ter filhos

 

Tags

Categorias

Comentários

Cinta modeladora não afina a cintura

EM: 29 de março de 2017

Delineare_cinta modeladora 3 horizontal p

Aqui na internet rolam diversas dietas mágicas e dicas milagrosas para perder peso e medidas. Mas é preciso ficar atenta: nem tudo que aparece nas redes sociais é verdade. A nova moda da vez é usar cinta modeladora diariamente para perder medidas. Mas não se engane: isso é puro mito.

 

A estrela de reality show Kim Kardashian aparece frequentemente nas redes sociais com a cinta

A estrela de reality show Kim Kardashian aparece frequentemente nas redes sociais com a cinta

 

Para afinar a cintura só tem três jeitos: dieta, exercícios e cirurgia plástica. Após uma lipo sim, a cinta é necessária para comprimir e não inchar, mas se você não passou por esse procedimento não acredite que ela vai diminuir suas medidas.

 

FAZ MAL?

Então a pergunta que vem à tona é: usar cinta modeladora faz mal? Depende. Se você usar embaixo de um vestido para uma ocasião especial não, ela não fará mal algum.  Mas fica o alerta: se apertar demais pode atrapalhar sua circulação. Além disso, o uso constante da cinta pode fazer com que você utilize menos a musculatura abdominal, o que pode causar mais flacidez.

 

Tags

Categorias

Comentários

Quando trocar a prótese de silicone?

EM: 15 de março de 2017

Delineare_protese de silicone

As próteses de silicone apresentam uma garantia de 10 anos, porém muitas têm a qualidade para perdurar o resto da vida. É como comprar um carro. Fazendo as manutenções, você não é obrigado a trocar após vencer a garantia. Então, da mesma forma, fazendo os exames regularmente, se estiver tudo bem, é possível continuar com a mesma prótese.

 

SINAIS DE QUE CHEGOU A HORA DE FAZER A TROCA

– Seios endurecidos (é um sinal que liga o alerta sobre a rejeição da prótese!)

– Dor e desconforto na mama (se você sentir dor no local e já se passaram seis meses da realização do procedimento, é preciso investigar)

 

QUERO MUDAR O TAMANHO

Com o passar do tempo o tecido mamário acaba laceando pelo peso e ação da gravidade. Por isso, é preciso analisar esse excesso de pele, se convém tirar, ou se existe a necessidade de aumentar o tamanho da prótese de silicone.

 

PROCURE UM PROFISSIONAL

É muito importante que você procure seu cirurgião plástico, ginecologista ou mastologista para fazer uma avaliação anual da mama e realizar exames. Assim você terá um corpo belo e saudável!

 

Tags

Categorias

Comentários

Duas dúvidas recorrentes sobre lipo respondidas

EM: 2 de março de 2017

Delineare_Lipoaspiracao

 A lipoaspiração continua sendo um dos procedimentos mais buscados pelas mulheres brasileiras para remover aquelas gordurinhas indesejadas e conseguir o corpo dos sonhos. Mas, justamente por ser tão procurada, sempre surgem algumas dúvidas. Respondi a duas das mais recorrentes:

 

LIPO REMOVE CELULITE?

Não! O depósito de gordura do organismo acontece basicamente em duas camadas, uma superficial e outra profunda. A celulite acontece na camada superficial, mais próxima da pele, e a lipoaspiração nunca pode ser feita nessa camada. A pele precisa de uma proteção para ficar lisinha e evitar irregularidades.

 

DEPOIS DE UMA LIPO A GENTE ENGORDA?

É comum ouvir que alguém engordou depois de uma lipo, porém não é bem isso que acontece. Esse procedimento aspira células de gordura, e curiosamente essas células se multiplicam em nosso organismo em poucas fases da vida, depois de um tempo elas apenas aumentam de volume. Portanto, com esse procedimento é possível retirar inúmeras de células de gordura do local escolhido. Assim, se a mulher volta a engordar, ela engorda mais nas áreas onde não foi feita a lipoaspiração, onde existem mais células de gordura para inchar.

Tags

Categorias

Comentários

Qual a melhor época para uma plástica?

EM: 15 de fevereiro de 2017

época para a plastica 2

Umas das perguntas mais frequentes nos consultórios dos cirurgiões é se existe época certa do ano para fazer uma cirurgia plástica e se o inverno é o melhor período para fazê-las, mas a resposta é: nem sempre! O inverno é mais propício para a realização de alguns procedimentos, pois dependendo de cada paciente o edema (inchaço) acaba sendo menor em comparação aos dias mais quentes.

 

CONSIDERE TODOS OS FATORES

O inverno é mais indicado para cirurgias como mamoplastia, abdominoplastia, lipoaspiração e lipoescultura, mas isso não é regra. Ao decidir por uma cirurgia o paciente não deve levar em consideração apenas a época do ano, pois existem outros fatores que devem ser observados.

 

A TEMPERATURA É MITO

Os meses de junho e julho são sim os de maior procura por cirurgias plásticas. Muitas pacientes optam por essa época para bater com as férias escolares dos filhos, férias do trabalho ou para tornar a recuperação mais agradável. A ideia de a cirurgia estar relacionada com a temperatura não passa de um mito, ainda mais num país como o Brasil, onde as estações se misturam.

 

VOCÊ DECIDE

Quem decide o melhor período para realizar qualquer procedimento é a paciente. Quando a mulher se sente insatisfeita, desde que com segurança e responsabilidade, esse é o momento ideal para realizar qualquer procedimento. Mas, para evitar risco, verifique que será realizado por um profissional especializado e certificado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. 

 

Tags

Categorias

Comentários

Mamoplastia: sim ou não?

EM: 1 de fevereiro de 2017

Mamoplastia 2

Os seios naturalmente grandes e volumosos trazem problemas de saúde e uma queda na autoestima, afetando em vários fatores a vida da mulher. As consequências do excesso mamário vão desde dores nos ombros, pescoço, coluna e marcas profundas do sutiã. Quem tem esse tipo de mama sabe que o problema interfere até na sua rotina diária! Questões simples e prazerosas para a mulher como praticar exercícios físicos e comprar roupas acabam tornando-se um incômodo.

 

As principais causas do volume excessivo das mamas são a genética e os estímulos hormonais. Já a flacidez é causada pelo envelhecimento, perda acentuada de peso e amamentação. A mamoplastia é indicada para reduzir o volume mamário ou para corrigir a forma e a flacidez das mamas. A cirurgia deve ser realizada após o desenvolvimento total das mamas, que geralmente ocorre por volta dos 17 anos.

 

COMO É REALIZADA?

É muito importante estar em boas condições de saúde para fazer a cirurgia. Na consulta médica é realizada uma avaliação física completa e são solicitados alguns exames laboratoriais. Já a escolha da técnica cirúrgica vai depender do tamanho e do grau de flacidez das mamas. Nos casos de queda, é realizada a remodelagem das mamas. Se a mama é grande, é feita a redução do volume e se remodela o formato. Nos casos em que se deseja corrigir a flacidez e aumentar o tamanho das mamas é possível colocar uma prótese.

 

DEPOIS

Se uma das suas preocupações for a cicatriz, pode ficar tranquila. Como as incisões são realizadas na parte inferior da mama, a paciente pode usar decotes e biquínis sem medo de mostrá-la. Com o passar do tempo, elas também vão amadurecendo e ficando menos visíveis. O processo de cicatrização pode levar até alguns meses e as complicações para esse tipo de procedimento são raras, devido ao preparo realizado no pré-operatório e os cuidados oferecidos durante e após a cirurgia.

 

EU QUERO!

ESTÁ PENSANDO EM FAZER A MAMO­PLASTIA? ENTÃO, CONFIRA ALGUNS CUIDADOS QUE VOCÊ DEVE SEGUIR

 

– Programe sua vida diária e social nos dias se­guintes à cirurgia, respeitando os cuidados necessários

– A paciência e os cuidados são fundamentais no pós-operatório

– O retorno às atividades normais e ao trabalho se dá em alguns dias

– Após a cirurgia é muito importante o uso do sutiã cirúrgico, pois ele sustenta as mamas du­rante o processo de cicatrização

– A paciente também deverá evitar levantar os braços e dormir sobre os seios

– Ao longo de alguns meses você poderá ver um resultado mais natural e definitivo

– Confie no seu médico. Ele tomará todos os cui­dados necessários!

Tags

Categorias

Comentários

Plástica x exagero: dúvidas sobre o assunto respondidas

EM: 18 de janeiro de 2017

Plastica exagero

Quando a nossa sociedade consumista se apaixona pelo mundo da cirurgia plástica, o resultado é previsível. O procedimento se torna um bem de consumo como qualquer outro. Queremos a cirurgia mais nova, a mais cara, a que tal celebridade fez. Aliás, queremos ser essa celebridade. Mas será que a cirurgia está aí para isso?

 

– O vício por cirurgia plástica existe?

Acredito que não. O que existe são pessoas procurando a perfeição. Isso está relacionado à autoestima. Elas têm algum problema psicológico e compensam isso na busca exagerada pela beleza. Por outro lado, temos uma elevada porcentagem de mulheres que ganham autoestima após a cirurgia, pois passaram por uma avaliação prévia.

 

– Como saber a hora certa de fazer uma cirurgia?

Se a paciente se sente desconfortável, é porque acendeu uma luz de que algo não está legal. A partir daí, devemos conversar e explicar os prós e os contras, para que ela coloque na balança. Se pender para o lado benéfico, é porque é a hora certa de fazer. Não indico fazer a cirurgia no primeiro mês da avaliação. Tem todo um preparo, uma avaliação clínica e de laboratório, que faz ganhar tempo. É preciso ter esse tempo para por tudo em perspectiva.

 

– Estamos exagerando?

Um médico tem que ter a perspicácia de perceber na avaliação quando a paciente realmente tem algo a ser melhorado. Mas nós cansamos de nos deparar com problemas psíquicos da paciente. Acontece de ela dizer: “Olha o tamanho dessa barriga” e a barriga estar perfeita. O médico precisa ter a sensibilidade de analisar o que é necessário e o que é futilidade, além de levar em consideração a avaliação psicológica. De 15% a 20% das pacientes que nos procuram acabam não fazendo o procedimento depois disso.

Tags

Categorias

Comentários

3 pontos para avaliar antes de uma plástica

EM: 11 de janeiro de 2017

3 pontos para avaliar antes de uma plástica

Não tem jeito, entre as conversas das mulheres, é um tal de falar da prótese de silicone que a conhecida colocou, sonhar com o dia em que o nariz vai afinar, os culotes vão sumir e o bumbum vai aumentar. Não é à toa que a busca por cirurgias plásticas continua altíssima no país (e no mundo).

Mas antes de marcar um procedimento, leve em conta essas três dicas:

 

Faça uma autoanálise

Por que você quer mudar? É preciso avaliar suas reais motivações e se não é apenas uma vontade passageira. Sua expectativa é realista? Não adianta se iludir com a ideia de transformação radical.

 

Escolha bem o seu cirurgião

Procure alguém que faça parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e seja bem recomendado na cidade. Explique tudo o que você deseja para ele, afinal, ele é o cara ideal para dizer o que é possível fazer e as melhores formas. Essa é a hora da avaliação médica.

 

Fique atenda a sua saúde

Uma série de exames deve ser recomendada. Não se pode fazer uma cirurgia plástica, por mais simples que seja, sem ter a saúde do paciente avaliada anteriormente.

 

Tags

Categorias

Comentários

Tenho autoestima baixa. Plástica é para mim?

EM: 4 de janeiro de 2017

Tenho autoestima baixa. Plástica é para mim

Quando a mulher não se sente satisfeita com algo em sua vida é natural que a autoestima seja atingida por esse sentimento. Levar em conta esses três tópicos pode ajudá-la na decisão de fazer ou não uma cirurgia plástica para se sentir melhor consigo mesma:

 

– Primeiro de tudo, descubra se seu sofrimento estético é real ou imaginário. Fazer terapia pode ser uma opção para ter uma conversa honesta e livre de julgamentos preconceituosos, além de ser um jeito de começar a se ver com outros olhos.

 

Discuta seus complexos com seus amigos e familiares. Conte com a ajuda de pessoas que o amam do jeito que você é. Isso só vai reforçar sua confiança na hora de dizer sim ou não para uma intervenção cirúrgica.

 

– Se a vontade de mudar persistir, faça a lição de casa. Procure depoimentos de pessoas que já fizeram o tipo de mudança que você está disposta a fazer e consulte um cirurgião de confiança.

 

Tags

Categorias

Comentários

Botox ou preenchimento?

EM: 28 de dezembro de 2016

botox ou preenchimento

Parecer mais jovem é um desejo de muitas mulheres, no entanto, isto depende de vários fatores que vão desde os cuidados pessoais (uso de hidratantes e protetor solar), até a habilidade do médico e a qualidade dos produtos utilizados nestes procedimentos. Aliás, sempre pergunte ao seu médico qual produto será utilizado em você, para se certificar da qualidade.

Muita gente costuma dizer que precisa fazer um Botox ®, quando na realidade precisa de um preenchimento. Por isso é importante destacar como cada um deles funciona:

 

BOTOX ® (toxina botulínica):

Sua ação é em nível muscular. Quando a substância é aplicada no músculo, tem a ação de relaxá-lo de forma temporária, assim ele contrai menos e a pele que está logo acima deste músculo não forma linhas de expressão. É a primeira linha de prevenção ao envelhecimento.

Mais indicado para as rugas que surgem por conta da expressão facial e para atenuar aquelas que ficam aparentes mesmo em estado de repouso (pés de galinha e linhas na testa).

Não há idade certa, o procedimento pode ser feito inclusive em jovens para evitar o surgimento de uma linha de expressão profunda e definitiva. Os resultados aparecem cerca de dois dias após a aplicação e a duração varia de quatro a seis meses.

 

PREENCHIMENTO:

É aplicado logo abaixo da pele e serve de suporte. A substância mais utilizada é o ácido hialurônico, que não apresenta efeitos adversos ao organismo e as marcas mais modernas já trazem anestésico incorporado na sua fórmula. O preenchimento com metacrilato não é indicado, pois pode apresentar vários efeitos indesejáveis.

Indicado para as áreas onde se deseja repor volume, como os lábios e para reduzir as linhas de expressão, como o “bigode chinês” e as linhas de expressão próximas ao lábio superior.

O resultado é imediato, podendo apenas existir algum inchaço transitório na primeira semana e a duração do procedimento varia de nove a dezoito meses.

Tags

Categorias

Comentários

Página 2 de 512345

Viverno digital

Loading...