Como saber se você deve fazer uma cirurgia plástica?

EM: 13 de setembro de 2017

Gordurinhas extras, ­acidez no abdome, rugas no rosto, nariz um pouco grande, orelhas levemente para fora… Diversos podem ser os motivos que levam um paciente ao consultório do cirurgião plástico. Mas nem sempre são indicativos reais para cirurgia. A gente sempre ouve as queixas do paciente para ver se condizem com a realidade ou se ele espera algo além. Se o pedido for plausível, fazemos uma avaliação para ver se o que ele quer é possível. Essa é uma das principais responsabilidades do cirurgião plástico. Tudo isso deve ser levado em consideração.

Mas qual a hora certa, então, para fazer uma cirurgia plástica? Em geral o momento ideal é quando algo o incomoda no dia a dia, então já se pode procurar um especialista. E é exatamente nesta hora que  o cirurgião deverá analisar a expectativa do paciente, se está com a saúde perfeita, fatores clínicos e também psicológicos, pois muitas vezes a queixa tem por trás a baixa autoestima.

Minha dica é refletir sobre estes 3 questionamentos:

 

POR QUE QUERO FAZER?

Parece uma pergunta óbvia, mas, ao se questionar, talvez você pare para pensar se suas queixas não têm fundo psicológico. O próprio médico pode ajudar a entender se há a real necessidade da cirurgia, se suas expectativas estão de acordo com a realidade e quais os procedimentos possíveis.

 

ESCOLHI UM BOM PROFISSIONAL?

Um bom médico é aquele da pergunta anterior, que vai ajudar você a colocar suas expectativas dentro do que é possível – afinal, não adianta nada prometer algo que depois fará você se arrepender de ter feito a cirurgia. Pesquise as referências e qualificações do profissional, inclusive se é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica.

 

ESTOU PREPARADO?

É fundamental que o paciente esteja com a saúde em dia. Se você tem alguma doença crônica ou hereditária, como problemas cardíacos ou diabetes, tem que conversar abertamente com o médico e, normalmente, precisa do aval e acompanhamento de outro profissional para realizar a cirurgia com segurança. Também é preciso estar ciente de como funciona o processo pós-operatório, pois muitas vezes haverá restrições no período de recuperação e você precisará de uma rede de apoio.

Relacionados

Quando trocar a prótese de silicone? As próteses de silicone apresentam uma garantia de 10 anos, porém muitas têm a qualidade para perdurar o resto da vida. É como comprar um carro. Fazen...
Técnicas para remodelar as coxas   Que mulher nunca foi à praia e se sentiu incomodada com algumas partes de seu corpo? As pernas fazem parte dessa lista, principalmente para ...
Acabe com as bolsas ao redor dos olhos Quem não sonha em ficar com um olhar descansado, estilo “diva ao amanhecer”? Aquelas bolsas nas pálpebras superior e inferior envelhecem o olhar e dão...

Tags

Categorias


Viverno digital

Loading...